segunda-feira, 20 de julho de 2009

Cinco Momentos para Passar em Câmara Lenta

Mirandela

*******
Gosto de momentos. Dos momentos que contam a nossa existência. Alguns são tão límpidos, intensos e honestos e, todavia, nem todos fazem parte do agora, mas de outrora. São aqueles que evocamos com mais frequência, sobretudo se há momentos menos momentos. Estes são os que não são nem tranquilos, nem coloridos. Mas passam por nós com a mesma intensidade.

Gosto de momentos. Gosto deste momento em que estou a escrever, porque me deixo levar pelas emoções, tão à flor da pele, e revivo alguns momentos. Neste caso cinco.

1.º momento - O meu pai a conduzir-me pela mão num dia frio de Inverno, depois de ter nevado, em França.

2.º momento - A minha vinda para Lisboa, para a Faculdade, graças aos meus pais. O meu pai foi o primeiro a querer que viesse. Já a minha mãe... foi vencida pelo meu pai e por mim.

3.º momento - O primeiro ano que dei aulas em Vialonga, que foi o culminar de um sonho de infância.

4.º momento - A atribuição do 1.o Prémio Revelação de Poesia, num Concurso Literário promovido pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

5.º momento - A publicação do meu livro André no Reino das Palavras Falantes, numa edição de autor.
Todos estes momentos me marcaram e fazem hoje parte do meu ser. Há outros, muitos, evidentemente, que guardo e são comigo. Porque eu sou todos esses momentos e outros já vividos e ainda outros que estou a viver. Sou momentos, poesia e paisagem ainda a Ser!
*******

Agradeço à Teresa por me ter desafiado a reviver "Cinco Momentos para Passar em Câmara Lenta"!

4 comentários:

Teresa disse...

Natália
Eu é que te agradeço o facto de teres partilhado esses cinco momentos, tão intensos e bonitos, da tua vida.
Um grande beijinho para ti.

F Nando disse...

A vida são instantes de momentos que de uma forma ou de outra nos marca para sempre.
Há momentos para a poesia, outros de prosa e outros ainda de drama.
Recordar é um pouco re-escrever páginas de vida
Bjs

Euza disse...

Oi moça!
Li seu perfil lá na Editora e deu vontade de ocnhecer seu blog. Gostei demais! Vc escreve bonito e límpido!
Estes momentos são lindos. Gostosos de serem relmbrados, né?
Acho que vou plagiar a idéia! rs...
Beijos!

Natália Augusto disse...

Olá Euza,
Pode plagiar que não há qualquer problema.

Obrigada pela sua visita ao meu blogue e pelas suas palavras.