quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Declaração

Lenço dos Namorados - Viana do Castelo

***

«Bai carta felis boando
Nas azas dum paçarinho
Cuando bires o meu amore
Dále por mim um veijinho»

***

Que linda quadra de Amor! Que bela declaração ainda que singela. Como era encantador dizer o Amor num lenço bordado! Mais ainda, dá-lo ao amado como prova desse Amor. Era assim no passado. E era mágico. Porque se amava à distância, sem a proximidade física e, por vezes, sem o consentimento da família.
Quem bordava estes lencinhos eram pessoas com pouca instrução, visível nos erros ortográficos. Característico do norte de Portugal, bem ilustrado neste lencinho, é a troca dos "bês" pelos "vês" : "bai" em vez de vai "veijinho" em vez de beijinho. Ora, estes lencinhos bordados à mão são, por isso mesmo, um tesouro linguístico, cultural e social. São legados memoráveis do passado. O Amor sempre se disse, não importa como, nem quando e nem porquê!

2 comentários:

Teresa disse...

Tens toda a razão. E estes lenços são lindos, na sua singeleza!
Beijinhos

mfc disse...

São uma maravilha!
E quem os tem... que os estime!