sábado, 20 de março de 2010

Amanhã


Amanhã é um novo amanhã, com palavras para serem lidas em alta voz... com expresssividade, sensibilidade e paixão.

Amanhã é o dia da palavra ser mais cristalina, mais, muito mais chama e luz... do SER para dizer o SENTIR.

Amanhã é um dia novo quer chovam palavras tristes, quer comecem a florir novas e mais jovens palavras...

Amanhã voltarei a fingir que sou poetisa ainda que tudo o que leia ou escreva saia do meu âmago!



3 comentários:

Teresa disse...

Pois é, amanhã é o Dia Mundial da Poesia. Mas como eu decidi fazer o meu dia da poesia já há tempos, depois do Natal, agora limito-me a ouvir...

F Nando disse...

No ano passado foi curioso que coloquei 3 posts nesse dia e o curioso é que em todos eles Manuel Alegre passou por eles.
A cereja no bolo foi o poema gigante na Rua Augusta e ter precisamente tambem ter partilhado o meu poema.

Olga disse...

Pois tu escreves realmente muito bem Natália, vem tudo da alma. Beijinhos.