terça-feira, 23 de março de 2010

Faltam-nos as palavras

Foto de FNando
***
Chama-se T. e , ontem, levado pelo desespero e a angústia (esta é uma leitura pessoal), atirou-se do segundo andar da sua casa. É um jovem. Conheci bem esse jovem que fez parte de um projecto de teatro. Foi uma das personagens da história.
T. era um rapaz sossegado, bem comportado nas aulas, mas muito introvertido e tímido. Mas conseguiu desinibir-se na peça "As Flores de Idinha", uma adaptação para teatro do conto de Hans Christian Andersen.
Hoje disseram-me que está em coma. Outros dizem que está nos cuidados intensivos. Deve estar entre a vida e a morte.
A DT, quando fala do que aconteceu ao T., chora. Não acredita, pois este é um bom aluno, trabalhador.
Faltam-nos as palavras para dizer o que sentimos. Não compreendemos. É difícil de aceitar. Muito.
Resta-nos desejar que o T. sobreviva e que fique bem, sem sequelas.


11 comentários:

Poetic GIRL disse...

Que triste! Que leva uma pessoa a fazer isso? O desespero deve ser enorme, tenho até medo de pensar... bjs

Olga disse...

Tão triste Natália. Os nossos jovens sentem-se sós e desesperados. Vou abraçar os meus para evitar uma tristeza, já que nos outros não posso. Tudo o que fôr melhor para o rapaz!

Natália Augusto disse...

É muito triste. Era bom aluno e não tinha problemas na escola.
E sim, o desespero deve ter sidi enorme,

BEIJOS

Natália Augusto disse...

Pois é Olga. Este jovem divai estar a sentir-se muito desamparado. Ninguém consegue explicar o que aconteceu.
O T. é um jovem amoroso. Algo de muito grave se deve ter passado.


Beijos

Teresa disse...

Também não consigo tirá-lo do meu espírito. Espero que sobreviva, que saia do coma e que consiga resolver os seus problemas, sem chegar a atitudes tão extremas.
Hoje, estive a falar com os meu alunos sobre ele. Eles estavam muito chocados. Disseram-me que ele era muito introvertido, que achava que não tinha amigos na escola. Outros falam em pressões familiares. Mas a questão mantém-se: o que leva um jovem a desistir assim de tudo?
Bjs

AVOGI disse...

Que desespero terá levado esse jovem a praticar esse acto? Estarão jovens hoje me dia desesperados? haverá razoes para isso? claro que sim A busca pelo 1º emprego, a faculdade o ambiente familiar a falta de apoio na escola e mais... Pena muita pena da família que chora o estado dele. ou não!!!

Patty disse...

Mais uma tristeza.
É pena que ele não tenha dito o que se passava, há muitos miúdos que não dizem a ninguém o que lhes vai no coração e na alma.
Bjocas e as melhoras para o T., espero saber noticias boas dele.
PAtty

Natália Augusto disse...

É tão, tão triste! Mas a solidão, a insegurança, o viver uma dor interior que não se consegue partilhar (pois para isso também é necessária coragem) podem levar ao desespero e a este gesto extremado.

pinguim disse...

Olá Natália
logo na primeira visita a este teu espaço, uma notícia tão triste...
Nunca sabemos o que está "por detrás" das pessoas com quem lidamos no dia a dia; quando essas pessoas são introvertidas é mais difícil chegar lá dentro.
Espero que o teu amigo recupere e resolva os seus problemas com a vossa preciosa ajuda.
Beijinho.

F Nando disse...

A mente tem mistérios que por vezes não sabemos entender...
Bjs

Eli disse...

Não somos obrigados a usar palavras quando não as temos!

:)