sexta-feira, 5 de março de 2010

(Im)Perfeição


A perfeição não existe, bem sei. Porém, esta é a minha grande busca. Procuro-a como os cavaleiros da Távola Redonda procuravam o Santo Graal. É uma busca contínua, feita de sacrifícios, de erros que já cometi e que não me soube perdoar, de conquistas e partilhas. Quero sempre tudo, sempre mais e melhor, no meu silêncio feliz.
Nessa interminável busca, aprendi que é no reconhecimento das minhas imperfeições e da dos outros que somos, afinal, mais tranquilos e humanos. A imperfeição é sinónimo de crescimento interior, de dávida, de entrega a outras causas.
*******
Este selo foi-me oferecido pelo Daniel (lobinho) do blogue "Sair das Palavras" - http://sairdaspalavras.blogspot.com/

7 comentários:

Eva Gonçalves disse...

O que importa mesmo, não é ser perfeito... mas feliz! Um blogue perfeitinho, no entanto, é coisa boa, :)beijinhos

Patty disse...

Parabéns, mereces este e muitos mais selinhos.
Bom fim de semana.
Bjocas
Patty

Teresa disse...

E bem o mereces. Bjs

Olga disse...

Gostei muito do teu texto porque está cheio de palavras verdadeiras. Também gosto de ver as coisas perfeitas aos meus olhos e sei que sou chata para os outros com essas coisas, mas no fundo é por gostarmos que as coisas sejam bem feitas que nos empenhamos e acabamos por aprender muito. Parabéns porque por aquilo que tenho lido de ti mereces o selinho e o teu blogue também porque é perfeitinho. Beijinhos e bom fim de semana.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Amiga

Intervenho apenas para dizer que gostei muito das palavras com que ilustras o selo que sentidamente te ofereci :) Concordo inteiramente. :)

Natália Augusto disse...

Pois é Olga, somos perfeccionistas e queremos tudo de acordo com os nossos padrões.

Beijinhos

Natália Augusto disse...

Olá amigo,

agradeço-te mais uma vez o selo. Recebi-o com alegria e, como não sei ficar silenciosa, pus-me a divagar a partir dele.

Beijo