segunda-feira, 21 de março de 2011

DIA MUNDIAL DA POESIA

O dia nasceu azul azul e muito solar. Raios dourados alongavam-se e beijavam a Terra e todos os Seres. As árvores estavam bem dispostas e viçosas e as aves enchiam os campos de trinados melodiosos e alegres. O cuco cantava sem parar, seguindo sempre a mesma melodia de todos os anos. Era um cantador afinadíssimo!

Manhã de poesia. Da nossa e de todas as línguas do Universo. Manhã de poemas. De todos os poemas já escritos e por escrever. Poemas de um só verso, de uma quadra, de um conjunto de quintilhas, de um soneto., de uma cantiga, ... ou simplesmente de um poema livre livre livre. Poema escrito no vento e (re)escrito, um dia ou logo depois, na página em branco.
E o poeta? O poeta começa o poema num momento de intensa, desejada, inspiradora solidão. Por vezes, tem de esperar pelas palavras ou pela inspiração. Outras vezes, não. Estas saem-lhe num jacto, num momento de autêntica euforia criativa. Nada o pode parar. Até ele sente dificuldades em parar. Só o ponto final! Só a última palavra do poema se não tiver pontuação! Tudo sai em torrente. Nessas alturas, esquece-se de dormir, de comer, de que o esperam no emprego. Tem de escrever. De escrever com mini pausas roubadas à poesia.
Frente e verso... Frente: o corpo, o olhar, os gestos, os movimentos, a vida quotidiana, as palavras, os silêncios. Verso: o ser, os sonhos, as viagens internas, as palavras escrevinhadas, a sensibilidade, a entrega límpida e doce à escrita.
O poeta pode fingir o que sente, tal como diz Fernando Pessoa, mas ainda que finja sente muito, sente mais do que qualquer ser humano, que desconhece que na mente do poeta existe todo um mundo pronto a aparecer perante todos. Só espera a Hora. Aquela Hora tantas vezes nocturna , aquela Hora prima de uma beleza inigualável!

*******
a) Fotos F Nando
b) Livros Frente e verso, que acompanhavam a revista «Visão»
c) Agenda
2010 (Fernando Pessoa)

4 comentários:

mfc disse...

Enquanto houver poesia, há esperança.

Natália Augusto disse...

BOM DIA!

Concordo plenamente. Com poesia se fazem revoluções!

;)

pinguim disse...

Um dos chamados "dias mundiais de...", que tem significado para mim.

Natália Augusto disse...

É um dia de grande importância para poetas, leitores e apreciadores de poesia.
A vida é outra com poesia!

;)