domingo, 14 de fevereiro de 2010

Reencontrei as palavras

Meu Amado


Perdi as palavras. Muitas palavras que não conheces e que não quero que conheças. Elas não fazem parte deste nosso encontro com o Amor, que veio ter connosco quando menos esperávamos. No nosso primeiro abraço, nosso primeiro beijo, no passeio à beira rio, nasceram-me outras palavras. Reeencontrei-as lavadas pela luz da lua.

Apareceram-me outras palavras nesse e nos outros meses que se seguiram. As palavras tornaram-se solares e passaram a dizer sentires que desconhecia por completo. Tudo o que eu imaginara durante anos de encantamento e sonho e nada mais que sonho, tornou-se realidade. Não duvidei, não pûs nada em questão. Havia tantas coincidências felizes, sintonias inesperadas mas já imaginadas, que não podia, nem queria fugir de ti, de nós.


As palavras que te disse e escrevi, que ainda digo e escrevo surgem-me tenuemente, numa melodia poética, como seres alados, deixando nas rosas as gotas de orvalho deste enamoramento . Todas elas nascem no coração. Todas elas são únicas e intemporais. Muitas delas são irrepetíveis.
Amo-te. Sim, amo-te. Não me canso de repetir o quanto eu te amo. Amo-te de paixão, quero-te muito e para sempre.
Muitas foram as palavras escritas para definir o amor. Poetas, romancistas, dramaturgos não se cansaram de o fazer e não deixam de o fazer.
Eu estou a descobrir e a viver o nosso amor.
Beijos e abraços doces

13 comentários:

Fatucha disse...

Que lindas palavras...bem, a sério, adorava um dia poder viver um amor assim:) beijinho

F Nando disse...

Uma bela declaração de Amor.
Beijos

Natália Augusto disse...

Fatucha,

eu era uma descrente em relação ao amor. Tinha até riscado essa palavra da minha vida.
Um dia, quando menos esperava, encontrei-o. Vou vivê-lo intensamente pois sinto-me muito feliz.
Também tu terás esse encontro com o amor.

Beijinhos

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Ohhh que delícia. A começar pelo "meu amado" em vez do "meu amor". Fico tÃO FELIZ Natália, por saber que nao é ficcionado na resposta que dás à Fatucha. Feliz dia dos namorados entao :)

Natália Augusto disse...

Ah Daniel,

este estado de felicidade é para durar. Tudo é muito real.

Beijinho, amigo

Natália Augusto disse...

OLÁ Nando,

ainda bem que gostaste, pois adorei escrevê-la.

Beijocas

ellen disse...

Linda homenagem a um amor tão sentido e cheio de paixão!...

Obrigada pela sua visita no meu BLOG. Volte sempre, será bem vinda.

Beijinho para si.

Ana disse...

Natália,

Eu bem disse: Escreves como ninguém.
E quando se vive o sentimento, as palavras brotam como a água da fonte, não é Natália?
Beijo e felicidades

Natália Augusto disse...

Olá Ellen,

É claro que continuarei a visitar o seu blogue.

Obrigada pela sua visita.

Natália Augusto disse...

Tens toda a razão, Ana. Quando as palavras vêm do coração, elas fluem com uma imensa facilidade.

Beijinhos

Ana disse...

Olá Princesa bom diaaaaaa!!!!!:-)
Adorei estas lindas palavras poéticas que deixaste nesta deliciosa "declaração" de AMOR...
Fico a sonhar com um amor assim, posso?:-)
Desejo que o teu Príncipe de ame como mereces e te dê "resmas" de jinhosssssssssss.:-)

Um beijinho desta "kota" que também é uma romântica incurável:-)

Ana Paula

Teresa disse...

Já que falamos de coração, deixei-te um desafio no meu blogue. Se te apetecer.
Bjs

Gonçalo disse...

Quem escreve e sente as palavras desta forma merece ser feliz no Amor. Gostei de sentir esse Amor por momentos :)

Um beijinho grande para ti e feliz Carnaval!